...
🛫 Leia mais sobre infobusiness, alfabetização financeira, crescimento pessoal. Negócios de internet, negócios na internet, investimentos, ganhos, profissões, investimentos rentáveis, depósitos. Histórias de sucesso, auto-desenvolvimento, crescimento pessoal.

Devoluções por serviços não prestados

7

Os serviços formam a base da vida humana. Todas as ações, desde a compra de produtos até o registro de um pacote turístico, são regulamentadas pela Lei de Defesa dos Direitos do Consumidor. Infelizmente, as normas relevantes não excluem a presença de artistas irresponsáveis ​​no mercado. No caso de violação dos direitos do consumidor, ele tem o direito de exigir o reembolso de um serviço não comprovado.

Em quais casos você pode solicitar um reembolso?

A maioria dos consumidores acredita que o reembolso só é possível se o serviço não for prestado por culpa do contratante. Na verdade, não é. O cidadão tem o direito de apresentar uma reclamação nos seguintes casos:

  • não prestação de serviços por culpa direta do contratante;
  • não prestação de serviços por culpa do consumidor;
  • o serviço foi prestado com deficiências significativas;
  • prestação de serviços é incompleta.

Importante!

De acordo com art. 32 da Lei da Ucrânia, o consumidor tem o direito de se recusar a cumprir os termos do contrato de prestação de serviços em qualquer fase. Nesse caso, o contratante é obrigado a devolver os fundos, com exceção do valor que cobre os custos reais incorridos.

Para se proteger de possíveis dificuldades, o consumidor deve se familiarizar detalhadamente com os meandros do contrato de serviço antes mesmo de ser assinado. O documento estipula o procedimento para a devolução de dinheiro por um serviço não comprovado sob o contrato.

Importante!

Se o documento contiver disposições que proíbam o consumidor de se recusar a prestar o serviço a qualquer momento, ou que predeterminem o valor da multa, tal acordo é considerado inválido.

  • número do contrato e data de execução;
  • requisitos de devolução (quantidade).

Depósito e adiantamento: o que é reembolsável

Os casos estão sujeitos a consideração separada quando o consumidor exige a devolução de uma caução ou custo antecipado. Antes de declarar suas intenções no texto da reclamação, você deve certificar-se de que elas são legítimas.

O depósito é pago diretamente na conclusão do contrato. Esse valor é um certo garantidor da transação. No caso de o consumidor ser o culpado pela não prestação do serviço, o depósito não é reembolsável. Se a culpa do intérprete for constatada, a caução é paga em dobro.

O adiantamento é parte integrante do valor total, sua devolução não é negociada separadamente. Em regra, é pago um adiantamento para cobrir as despesas do contratante pela prestação do serviço. O pagamento antecipado deve ser feito por escrito. Caso contrário, será quase impossível conseguir seu retorno.

Fonte de gravação: dovir-finance.ru

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação